Entrevista - Holy Potatoes! A Weapon Shop?! - espadas, machados e muitas batatas | Sem Tilt

Entrevista – Holy Potatoes! A Weapon Shop?! – espadas, machados e muitas batatas


Que tal gerenciar um grupo de ferreiros, fazer armas sensacionais para corajosos e destemidos heróis e ganhar montanhas e montanhas de dinheiro!? Parece uma ideia legal? Com Holy Potatoes! A Weapon Shop?! isto em breve se tornará possível.Como o próprio nome do jogo indica, todos os empregados e clientes são simpáticas batatinhas, cheias de personalidade e estilo. E o bom humor do jogo não para aí: pelo pouco que joguei, já deu pra ver que o game é recheado de referências à cultura pop, cinema, e é claro, ao mundo dos videogames.

No que diz respeito ao conteúdo, o jogo promete muito. Será possível forjar mais de 200 tipos diferentes de armas, incluindo machados, espadas, rifles, katanas, canhões e muito mais. E essa não é, nem de longe, a única atividade que o jogo oferece: você – o dono da loja de armas – ficará encarregado de treinar seus ferreiros, explorar o mundo das batatas, pesquisar novas tecnologias, fazer upgrades no seu estabelecimento e é claro, vender seus equipamentos para os mais de setenta heróis batata espalhados pelas cidades do jogo.

O jogo está sendo criado pela Daylight Studios, desenvolvedora responsável por Swords of Fate, Spirit Horizon e outros clássicos do mercado mobile. Embora ainda não tenha sido lançado, o game já está fazendo o maior sucesso e foi aprovado na Steam Greenlight em apenas uma semana. O título tem lançamento previsto para o segundo trimestre de 2015.

Acabei ficando louco pra saber mais sobre Holy Potatoes! A Weapon Shop?!, então fiz uma rápida entrevista com Faizan Abid, produtor da Daylight Studios. Nesta conversa, ele contou um pouco mais sobre as mecânicas, gameplay e o processo de criação deste divertido e batatástico projeto.

Confira a entrevista!

Henrique – De onde veio a brilhante ideia de se fazer um jogo de simulação com ferreiros batata?

Essa é a questão que a maioria das pessoas nos perguntaram quando estávamos exibindo o jogo na GDC. Para ser sincero, o conceito do game começou apenas com a ideia de se fazer um jogo de criação de armas; as batatas vieram depois!

Os designers e produtores do nosso time sempre quiseram trabalhar num jogo de simulação. Nós tivemos toneladas de ideias, incluindo a de um jogo de mineração ambientado no espaço sideral. Mas uma ideia que realmente nos interessou foi a seguinte: o que os NPCs de videogames fazem depois que acabam de dizer suas frases de efeito ou cuidar de suas lojas e pousadas? Foi nesse momento que Weapon Shop de Omasse foi lançado e nos viciou completamente. Nós sentimos que haviam certos aspectos do game que poderiam ser modificados para criar um gameplay mais divertido. Então, decidimos expandir a ideia de uma loja de ferreiros e criar nosso próprio jogo.

Então como as batatas chegaram? Quando você começa a fazer um jogo, uma das primeiras coisas que você faz é decidir um estilo de arte. Assim, enquanto os designers estavam ocupados trabalhando na idealização do game, nosso time de arte estava tentando decidir qual seria a cara do jogo. Os designers e produtores pediram por pixel art, visto que isso é algo muito popular hoje em dia. Porém, nosso artista chefe não queria algo assim. Ele queria alguma coisa realmente distinta, mas que apelasse à uma grande audiência. Depois de várias tentativas, nós fizemos uma reunião sobre o estilo de arte e demos uma olhada em todos os conceitos nos quais os artistas trabalharam. Um desses conceitos de arte era chamado de “The Dancing Potatoes“, e nos simplesmente o amamos! Era isso! Nós ainda tinhamos um longo caminho a percorrer, mas a partir desse ponto sabíamos que nosso game seria sobre batatas fazendo armas.

Nosso diretor de arte, Julian Futanto, recentemente escreveu um post explicando como as batatas surgiram. Vocês podem dar uma olhada nesse post aqui.

Henrique – O jogo está em desenvolvimento a quanto tempo?

Há aproximadamente 10 meses.

Henrique – Quais títulos foram suas maiores inspirações durante o desenvolvimento do game? 

Weapon Shop De Omasse foi nossa inspiração inicial, mas existem dois outros jogos que realmente nos inspiraram bastante: Game Dev Story e Recettear: An Item Shop’s Tale.

Henrique – Você pode nos contar um pouco mais sobre as mecânicas de pesquisa e forjamento de Holy Potatoes! A Weapon Shop?!

Fico feliz que tenha perguntado isso!

Eu começarei falando sobre a criação de armas. Forjar uma arma em Holy Potatoes! A Weapon Shop?! é um processo muito diferente do visto em outros jogos, onde você faz todo o trabalho sozinho. No nosso game, você coordenará um time de ferreiros que trabalharão por você. As armas apresentam quatro stats principais: Ataque, Velocidade, Acurácia e Magia. Para fazer uma arma você precisa adicionar atributos nela, e é isso que os ferreiros fazem. Você precisa mandar cada batata para a estação de trabalho correta para garantir que cada um deles adicione o stat que você quer colocar na sua arma. Mais de uma batata pode ser colocada em cada estação de trabalho, então se você precisa colocar mais ataque naquela katana especial que está fazendo, coloque seus ferreiros mais poderosos no setor de design (batatas trabalhando com design aumentam o ataque das armas).Nós também temos um processo de boost de armas. Você escolhe um ferreiro para dar um boost em um determinado stat e ele dará o melhor de si para melhorar este atributo em particular. Nem todos os ferreiros podem dar um boost em todos os stats. A classe deles determinará que processos de melhoria poderão fazer.

Mas como você pesquisa uma arma? É muito simples. Para pesquisar um novo equipamento, você precisa que seus ferreiros estudem uma combinação de relíquias que você escolher. Cada uma dessas combinações resultará num novo diagrama a ser pesquisado. O tempo necessário para esse estudo depende de diversos fatores, incluindo o humor dos ferreiros. Depois que você define suas relíquias, a batata escolhida irá para um “laboratório de pesquisa secreto” (na verdade um portal negro!) e não sairá de lá até que a pesquisa esteja completa.

Henrique – Como as armas serão vendidas? Será um sistema de leilão, de encomendas, ou uma mistura dos dois?

Nós chegamos a pensar num sistema de leilões, tendo implementado-o brevemente durante o desenvolvimento do jogo. Mas não o achamos realmente interessante. O sistema de vendas é bem convencional: você manda seu ferreiro para uma cidade ou área onde heróis estejam se aventurando e ele achará vários clientes para você. Sim, seus ferreiros também são vendedores! Os preços oferecidos pelos heróis dependerão do nível deles, stats preferidos e do quão adequada as armas serão para sua classe. Depois de receber as ofertas, você pode escolher para quem vender a arma.

Haverão também encomendas de armas especiais. Quando os heróis começarem a gostar de suas armas, eles visitarão sua loja para pedir equipamentos diferenciados.

Henrique – Haverá elementos de exploração no game? Ou será apenas uma experiência de gerenciamento, como a de Game Dev Story?

Nós temos alguns elementos de exploração no game para quebrar a monotonia do gerenciamento, mas não será nada open world com ambientes a serem explorados. Na verdade, existe um grande “mundo batata” fora da sua loja, mas sua única interação com esse universo será mandar seus ferreiros em diferentes missões, como a de vendar armas, explorar em busca de materiais e comprar itens. Para adicionar um tempero especial no jogo, adicionamos sistemas de férias e treinamento para seus ferreiros, espalhados pelo “mundo batata”. Nós amamos a experiência de gerenciamento em jogos como Game Dev Story e decidimos desenvolvê-la ainda mais, adicionando mais humor e “batatidão” ao nosso jogo.

Em Holy Potatoes! A Weapon Shop?! você tem um maior controle sobre seus empregados, seus ferreiros batata. Como já mencionado acima, você poderá fazer coisas como mover seus ferreiros para diferentes estações de trabalho, algo crítico no processo de aperfeiçoamento de armas.

Henrique – Quantas horas de conteúdo o jogo irá oferecer?

Entre 15-20 horas, de acordo com nossas expectativas. Nós esperamos implementar uma estória que  faça você rir e se emocionar ao mesmo tempo. Estou muito ansioso para ver como os jogadores responderão a isso!

Henrique – Vocês têm planos de lançar o game em consoles ou portáteis?

Sim, nós temos! Esses planos ainda estão sendo discutidos, então não posso falar nada sobre isso.

Henrique – Existe mais alguma coisa sobre o jogo que você queira falar aos nossos leitores?

Tenho três batatas pra você: “Claude Strife”, “Tony Starch” e “Nyandalf the Grey”.

Nós gostaríamos de agradecer Faizan Abid por responder essas perguntas e nos dar várias informações interessantes sobre Holy Potatoes! A Weapon Shop?! Esperamos que vocês tenham gostado da entrevista!

Fiquem atentos ao Sem Tilt para mais informações, trailers e notícias sobre o game!

Compartilhe!

Henrique Castilho

WILL WRITE FOR FOOD

Sem comentários

Comente!