Anãlise de Sky Rogue - Mísseis em toda parte!

Anãlise de Sky Rogue – Mísseis em toda parte!


Atenção: A nova série “Anãlises” vai apresentar análises/prévias curtas e simples especialmente para você que não tem muita paciência de ler textos maiores ou simplesmente não tem tempo. Estes texto serão feitos com uma frequência maior do que as análises tradicionais. Neles vamos explicar da forma mais breve possível por que você deve jogar o jogo em questão ou não, tudo dentro da nossa política de análises. Jogos mais simples serão analisados nesse formato, enquanto jogos mais complexos ou que julgamos mais relevantes serão analisados no estilo tradicional. Se você quiser ver nossas análises maiores e mais complexas, é só clicar aqui.

Sobre Sky Rogue: Programado por Kenny Backus, com arte por Charles Blanchard e música por Eirik Suhrke, Sky Rogue é um simulador de combate aéreo para PC com visual poligonal, música retrô, e jogabilidade estilo arcade. O jogador controla um avião (liberando modelos ao longo do jogo, cada um com suas características) e o equipa com as armas que escolher e que puder pagar dentro de um arsenal grande (também liberado ao longo do jogo). Seu objetivo é destruir o centro de comando do time inimigo, sendo esse um na terra ou no ar. Para conseguir fazer isso, o jogador deve sobreviver a intensos combates estilo dogfight, manobrar ao longo da fase desviando de mísseis e tiros de aviões e da artilharia antiaérea, e finalmente, desferir seu golpe final, enquanto sobrevive na volta à sua própria base.

Por que você deve jogar: Em primeiro lugar, o visual visual poligonal e colorido do jogo é bem feito, o que facilita a manter o senso de direção do jogador ao longo das manobras evasivas. A música está no ponto certo para dar um tom de ação e adrenalina. As varias combinações de armas e modelos conferem uma ótima maneira de usar a criatividade nas estratégias, e a inteligência artificial é bem desenvolvida a ponto de deixar o jogo desafiante o suficiente, sem deixa-lo frustrante. Também é possível jogar em modo cooperativo local, o que sempre torna as coisas mais interessantes. Mas o mais importante no jogo é a forma como a jogabilidade possibilita atingir diversão facilmente, mesmo usando sempre os mesmo itens e as mesmas estratégias contra os mesmo inimigos. Os combates são cheios de acrobacias, mísseis, tiros, táticas, tudo combinado de um jeito tão perfeito que eu mesmo tive dificuldade para parar de jogar e vir aqui escrever essa análise.

O que pode te incomodar: O único, e devo dar ênfase: o ÚNICO problema que um jogador talvez possa encontrar no jogo é a dificuldade de aprender a jogar direito. Conseguir voar direito sem bater no chão repetidamente pode ser desafiador para alguns, e conseguir se acostumar a trocar de arma no meio do combate enquanto mira no inimigos e desvia dos mísseis deles pode ser um tanto complicado no começo. A curva de aprendizado é muito acentuada, a ponto de poder ser frustrante demais para continuar. Mesmo assim, o jogo tem controles tão simples que mesmo uma dificuldade absurda pode ser vencida com alguns minutos no modo Vôo Livre para se acostumar com as coisas.

Sky Rogue pode ser comprado no itch.io por 10 dólares ou mais.

Mas espera um pouco! Fique aqui mais um tempinho. Clique aqui para ler mais sobre jogos indies
Ou clique aqui para voltar à Home e ver nossas manchetes!

4

Compartilhe!

Karna

Dizem que uma vez a cada século, quando os planetas se alinham, e a energia do universo entra em sintonia com as forças místicas dos planos além, e quando a lua está cheia, simétricamente oposta ao Sol, neste milésimo de segundo é quando nascem os grandes Mestres Pokémon. E eu - Eu sou parte do resto.

Sem comentários

Comente!